Elevo os meus olhos para o céu , de onde vem o meu socorro!

Elevo os meus olhos para o céu , de onde vem o meu socorro!

sábado, 2 de outubro de 2010

De fidelidade em fidelidade




Amar-te

Assim e sentir-te
docemente em mim
nesta ânsia lavada
isenta de pecado.

Neste silêncio
que se mistura
impregnado em mim,
nesta fusão
vertida com emoção.

Regada com esplendor
que se deixa agora
tocar pela alvorada.

Com a verdade sinto-te
com a lealdade te cubro
e de fidelidade
em fidelidade te toco.

Como um rio
de águas cristalinas
que se une ao oceano
feliz a transbordar.

Vejo-me nas telas do céu
vejo o nosso amor
cintilar e desabrochar.

A majestade de Deus
cobre-me e o seu manto
é o abrigo do amor que carrego
aqui no meu céu, que és tu.

Amo-te


1 comentário:

  1. Parabéns pelo conteúdo e proposta do blog. Já estou seguindo!

    Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar também segui-lo, será uma honra. Seus comentários serão sempre bem-vindos lá.

    www.hermesfernandes.com

    Juntos pelo Reino!

    ResponderEliminar