Elevo os meus olhos para o céu , de onde vem o meu socorro!

Elevo os meus olhos para o céu , de onde vem o meu socorro!

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

O teu sorriso tatuado na memória do meu coração!


Ainda te trago no pensamento como uma melodia
do vento no outono que açoita as ramagens
e faz rodopiar as folhas, num vaivém constante!

O teu sorriso tatuado na memória do meu coração
que sussurra baixinho o teu nome...

A suavidade dos gestos e a cumplicidade
de dias felizes, escaparam-me por entre os dedos....

Os sabores misturam-se no tempo e escondem
cada odor que corresponde a momentos únicos
que vivemos....

e este sossego, das plácidas lembranças,
desassossegam-me a alma...

e o olhar, o olhar tão perto, tão perto de cada gesto,
que tranquilamente desliza na doçura das
palavras suaves que tão docemente balbuciavas....

Os lábios, bebem, as lágrimas que teimosamente
escorrem, como se lessem cada detalhe
deste silêncio, que me conduz, à mais perfeita
e plena harmonia da saudade de dias já idos!

O vento açoita as janelas e uiva fortemente
como se estivesse zangado e tentasse dizer algo, 
e esta angústia que cresce no peito 
solto-a e vai com o vento deixando-me leve e livre!

Olho para o céu e não vejo o brilho das estrelas,
as nuvens escondem-nas e a tempestade
do lado de fora do coração, insiste em fustigar as árvores...

...e a chuva a tamborilar no parapeito da janela,
faz-se ouvir enquanto eu adormeço
e ainda sonho que vais acordar
e fazer-me de novo acreditar que ainda estás aí,
dentro do teu coração!

Autor: Alice Barros


Creative Commons License
Atelier de jesus by Alice Barros is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Sem comentários:

Enviar um comentário